MFL Especial Pandemia vai exibir online curtas, médias e longas brasileiros que tratam da atual crise sanitária mundial

Premiação de R$5.000,00 + homenagem a Octávio III + Lives

De 10 a 16 de janeiro de 2022 em www.mostralivre.com 

Vai começar a Mostra do Filme Livre, MFL,  a maior mostra de cinema independente brasileiro. Será uma edição especial, apenas com filmes que tratam da Pandemia que assola o mundo há dois anos. 450 filmes de diferentes partes do país se inscreveram e 30 foram selecionados para a mostra competitiva, que terá premiação total de 5 mil reais através de votação on-line e pelo júri oficial do evento. Outros 28 filmes foram convidados para compor a programação de forma não competitiva. A mostra terá uma homenagem ao ator e produtor Octávio III (1936-2020) e duas Lives.  A programação e exibição da mostra pelo site www.mostralivre.com

Dos 30 filmes selecionados, nove são de São Paulo, oito do Rio de Janeiro, três de Pernambuco e Minas Gerais, dois de Sergipe e um filme dos estados de Roraima, Ceará, Alagoas, Rio Grande do Sul e Paraná. Serão exibidos 19 curtas (até 15 min.), 10 médias-metragem (de 16 a 69 min.) e um longa-metragem (mais de 70 min.). 

O produtor da MFL, Guilherme Whitaker, comenta: “Um grande desafio: realizar um evento que exiba ótimos filmes que tratam de um tema tão difícil e pesado.  Recebemos centenas de filmes e montamos uma seleção incrível, que lida com a pandemia de variadas formas, todas relevantes, filmes que retratam muito bem este triste momento no mundo e do Brasil em particular”.

 Homenagem a Octávio III 

Quatro filmes com o ator e produtor musical Octávio III, falecido em 2020,  serão exibidos na MFL, a saber: os longas “Djalioh”, de Ricardo Miranda e “Os desafinados”, de Walter Lima Jr., e os curtas “Instante Karma”, de GuiWhi e Trago a pessoa amada em três dias”, de Felipe Cataldo.  

Duas Lives (abertura e premiação)

A live de abertura da MFL, dia 10 de janeiro, será dedicada a Octávio III, com a presença do idealizador do evento, GuiWhi, o agitador cultural Felipe Cataldo e a roteirista Clarissa Moebus, do longa “Djalioh” – que contou com a atuação de Octávio III.  A live será dia 10 de janeiro às 20h e logo na sequência começa a MFL.

A MFL fará uma live de encerramento no dia 16 de janeiro às 20h, com o júri oficial do evento, quando serão anunciados os filmes premiados pelo júri e pela votação popular. O júri desta MFL especial será composto pela pesquisadora Scheilla Franca, pelo realizador Gabraz e pela coordenadora da RioFilme  Tânia Ponta. 

A MFL Especial Pandemia é uma realização da WSET, com o apoio da Prefeitura do Rio, por meio da RioFilme, órgão que integra a Secretaria Municipal de Governo e Integridade Pública (SEGOVI) . A MFL faz parte do Fórum dos Festivais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.